61 posts prontos de Persian lime para suas redes sociais

Novos posts de Persian lime toda semana!

Turbine suas redes sociais com os posts do Ahazou
tenha posts ilimitados

categorias disponíveis

posts de Persian lime mais recentes

Muitas vezes pela manhã nós precisamos de algo que nos dê um incentivo para seguir durante o dia. E ao mesmo tempo é preciso cuidar da saúde. Com o novo Blend Fit Chá de limão você consegue tudo isso. Com ação termogênica, o nosso blend é um composto entre o chá verde, o guaraná, matchá, café verde, gengibre e cafeína. Ele favorece a perda de peso, previne a prisão de ventre, melhora a aparência da pele e protege contra infecções. Além disso, também possui a exclusiva tecnologia LynphaticAMK, que auxilia na redução de medidas. Não deixe para a amanhã! Experimente agora mesmo o novo Blend Fit Chá.⠀ ⠀ #amakhaparis #amakha #amakhacosmeticos⠀⠀⠀⠀ #amkfit #fit #saudavel #saude #limao #maracuja #frutasvermelhas⠀⠀⠀⠀ #sabor #saboroso #blendfitcha #cha #linfatico #tea #inovacao #alimento⠀⠀⠀⠀ #lifestyle #healthyfit #tealovers #ahazourevenda #ahazouamakha

posts de Persian lime mais usados

Filhotes, independentemente da espécie, precisam de cuidados especiais. Olha só alguns cuidados essenciais: - Visite um médico veterinário Antes de levar o pet para sua casa, consulte um médico veterinário para saber a idade aproximada do filhote e quais são as orientações em relação à saúde, vacinas e vermifugação. - Minha bandeja, minha vida As caixas de areia dos gatos são objetos quase que sagrados para eles. Muito higiênicos, esses animais gostam de ter a bandeja sempre limpa e não costumam gostar de dividí-la com outros animais. - A socialização do gato filhote Habituar seu pet a diversos tipos de situação é algo muito importante. Os gatos, até os três meses de idade, costumam absorver melhor as novidades, as levando como aprendizado para a vida inteira. - Brincadeiras com o gato filhote Os gatos filhotes são super curiosos e estão super abertos às descobertas que o mundo lhes oferece. Dispostos a brincar bastante e a treinar técnicas de caça, é bem interessante pensar na natureza da espécie e fazer com que seus instintos não se percam. - Não deixe seu gato filhote ter vida livre Gatos com acesso à rua vivem em média até 2 anos, enquanto os que só ficam dentro de casa podem chegar aos 20 anos de idade! - Castre seu gato ainda filhote Quando o gato ou gata são castrados ainda filhotes (mesmo que não super novinhos), eles não costumam criar o hábito de demarcar território, os machos não têm interesse em disputar fêmeas, eles não fogem para cruzar, as fêmeas não fica prenhes e nem dão aqueles miados altíssimos típicos do cio. - “Gatifique” sua casa Quando você cria um ambiente agradável para o seu gato, mesmo não tendo acesso à rua ele pode ser feliz e se sentir completo. “Gatificar” a casa significa dar alternativas para o pet simulando o que ele encontraria na “natureza” como abrigos/ esconderijos, possibilidade de escalar, prateleiras em diferentes alturas etc. #medicinaveterinária #médicoveterinário #ahazoupet #pet #pets #AhazouPetlove
Se você é daqueles que não consegue resistir à carinha do seu bichano pedindo comida, preste atenção nessa lista de alimentos que podem colocar em risco a saúde dos animais. A digestão de cães e gatos é diferente da nossa e “comidas humanas” podem provocar indigestão, intoxicação e outros problemas de saúde. 1. Leite e derivados Como não produzem altas quantidades de lactase, enzima que auxilia na digestão da lactose do leite, cães e gatos desenvolvem intolerância ao alimento. Quando ingerido, o leite pode provocar dores abdominais, náusea e diarreia. 2. Chocolate e doces O chocolate contém teobromina, um derivado do cacau que leva à intoxicação grave e até à morte. Já os doces, ricos em açúcar, não só são calóricos: em excesso, podem tornar os pets obesos e diabéticos. Além disso também são responsáveis por formação de tártaro, cáries e até perda do dente. 3. Cebola e alho Ambos possuem uma substância chamada dissulfeto de n-propil que gera intoxicação grave pois altera a hemoglobina, provocando a destruição de glóbulos vermelhos, além de poder levar à icterícia e perda de sangue pela urina. Caso o quadro não seja tratado rápido, o animal pode falecer. 4. Uvas e passas Não há uma explicação com comprovação científica, mas há relatos na medicina veterinária mostrando cães que morreram após ingerir esse tipo de alimento por falência renal. 5. Café e chá preto Contêm alcaloides neurotóxicos, como as xantinas, que podem significar alterações cardíacas e neurológicas. É importante evitar o acesso do animal às xícaras dessas bebidas que às vezes são esquecidas pela casa. 6. Frutas cítricas e outras As frutas mais ácidas causam problemas digestivos, por isso devem ser evitadas. No geral, as frutas podem ser oferecidas, com cuidado especial para maçã, já que as sementes são altamente tóxicas para cães e gatos, pois carregam um composto conhecido como cianogênico-cianida – com poder de alterar o processo de respiração celular dentro do organismo do animal, causando palidez das mucosas, taquipneia, taquicardia, náuseas, vômito, convulsões e até a morte. Em excesso, as frutas podem engordar os animais por serem ricas em frutose, um tipo de açúcar. 7. Doces dietéticos Aqueles adoçados com xilitol podem causar danos hepáticos e até a morte em cães mais sensíveis. Isso inclui balas, biscoitos, entre outros. 8. Abacate Contém o ácido persin que pode provocar vômito e diarreia no cão. 9. Tomate e batata O tomate verde contém glicoalcalóides que são tóxicos para o cão, e a batata, principalmente a inglesa, é rica em solanina, que pode causar depressão no sistema nervoso central e distúrbios gastrointestinais. 10. Noz macadâmia Tem uma toxina desconhecida que pode afetar os músculos, o sistema digestivo e o sistema nervoso dos cães. Já foram registrados casos de paralisia 11. Massas cruas de pão ou bolo O fermento presente nessas massas resulta em gases no trato digestivo do animal, causando dor e desconforto pela distensão do estômago ou das alças intestinais. 12. Ossos de aves cozidos O cozimento altera a estrutura do colágeno, tornando esse tipo de osso mais duro. Se o animal ingerir, corre o risco de ter uma perfuração gastointestinal, além de trazer dificuldades na digestão. 13. Frituras e alimentos gordurosos Pizza, queijos, batata frita e outros itens da alimentação humana não só causam um desarranjo intestinal como podem levar à pancreatite, inflamação do pâncreas que pode acabar em morte do animal. #pet #cachorro #gato #alimentação #ahazoupet
visualização em grid

posts de Persian lime pra engajar seu público

Se você é daqueles que não consegue resistir à carinha do seu bichano pedindo comida, preste atenção nessa lista de alimentos que podem colocar em risco a saúde dos animais. A digestão de cães e gatos é diferente da nossa e “comidas humanas” podem provocar indigestão, intoxicação e outros problemas de saúde. 1. Leite e derivados Como não produzem altas quantidades de lactase, enzima que auxilia na digestão da lactose do leite, cães e gatos desenvolvem intolerância ao alimento. Quando ingerido, o leite pode provocar dores abdominais, náusea e diarreia. 2. Chocolate e doces O chocolate contém teobromina, um derivado do cacau que leva à intoxicação grave e até à morte. Já os doces, ricos em açúcar, não só são calóricos: em excesso, podem tornar os pets obesos e diabéticos. Além disso também são responsáveis por formação de tártaro, cáries e até perda do dente. 3. Cebola e alho Ambos possuem uma substância chamada dissulfeto de n-propil que gera intoxicação grave pois altera a hemoglobina, provocando a destruição de glóbulos vermelhos, além de poder levar à icterícia e perda de sangue pela urina. Caso o quadro não seja tratado rápido, o animal pode falecer. 4. Uvas e passas Não há uma explicação com comprovação científica, mas há relatos na medicina veterinária mostrando cães que morreram após ingerir esse tipo de alimento por falência renal. 5. Café e chá preto Contêm alcaloides neurotóxicos, como as xantinas, que podem significar alterações cardíacas e neurológicas. É importante evitar o acesso do animal às xícaras dessas bebidas que às vezes são esquecidas pela casa. 6. Frutas cítricas e outras As frutas mais ácidas causam problemas digestivos, por isso devem ser evitadas. No geral, as frutas podem ser oferecidas, com cuidado especial para maçã, já que as sementes são altamente tóxicas para cães e gatos, pois carregam um composto conhecido como cianogênico-cianida – com poder de alterar o processo de respiração celular dentro do organismo do animal, causando palidez das mucosas, taquipneia, taquicardia, náuseas, vômito, convulsões e até a morte. Em excesso, as frutas podem engordar os animais por serem ricas em frutose, um tipo de açúcar. 7. Doces dietéticos Aqueles adoçados com xilitol podem causar danos hepáticos e até a morte em cães mais sensíveis. Isso inclui balas, biscoitos, entre outros. 8. Abacate Contém o ácido persin que pode provocar vômito e diarreia no cão. 9. Tomate e batata O tomate verde contém glicoalcalóides que são tóxicos para o cão, e a batata, principalmente a inglesa, é rica em solanina, que pode causar depressão no sistema nervoso central e distúrbios gastrointestinais. 10. Noz macadâmia Tem uma toxina desconhecida que pode afetar os músculos, o sistema digestivo e o sistema nervoso dos cães. Já foram registrados casos de paralisia 11. Massas cruas de pão ou bolo O fermento presente nessas massas resulta em gases no trato digestivo do animal, causando dor e desconforto pela distensão do estômago ou das alças intestinais. 12. Ossos de aves cozidos O cozimento altera a estrutura do colágeno, tornando esse tipo de osso mais duro. Se o animal ingerir, corre o risco de ter uma perfuração gastointestinal, além de trazer dificuldades na digestão. 13. Frituras e alimentos gordurosos Pizza, queijos, batata frita e outros itens da alimentação humana não só causam um desarranjo intestinal como podem levar à pancreatite, inflamação do pâncreas que pode acabar em morte do animal. #pet #cachorro #gato #alimentação #ahazoupet
veja mais de 61 posts de Persian lime disponíveis
sugerir post ou categoria