25 posts prontos de #doencanao para suas redes sociais

Novos posts de #doencanao toda semana!

Turbine suas redes sociais com os posts do Ahazou
tenha posts ilimitados

categorias disponíveis

posts de #doencanao mais recentes

A transmissão depende de um inseto e de um hospedeiro, que funciona como um reservatório da doença. Mas lembrando que o cão não é o transmissor da doença, a doença só é transmitida atráves do mosquito. ?? Nos cães a doença não manifesta os sintomas em 60% dos casos. Os principais sinais da Leishmaniose Visceral Canina (LVC) são perda de peso progressivo, lesões em pele (descamação, perda de pelos, feridas ulcerativas), crescimento exagerados das unhas, aumento dos gânglios linfáticos (linfonodos), entre outros. Porém estes sinais não são conclusivos que o cão tem Leishmaniose, já que os mesmos sintomas podem ser observados em outras doenças. A LVC é uma doença de diagnóstico complexo, o clínico deve estar bem preparado para diferenciá-la de enfermidades como dermatofitose, sarnas, doenças autoimunes e hormonais, erliquiose, babesiose, linfoma e outras neoplasias. ?? A prevenção da doença é atráves da vacina, que pode ser aplicada em cães a partir dos seus 4 meses. #leishmaniosecanina #veterinario #ahazoupet #vet #doencas #vacina
A transmissão depende de um inseto e de um hospedeiro, que funciona como um reservatório da doença. Mas lembrando que o cão não é o transmissor da doença, a doença só é transmitida atráves do mosquito. ?? Nos cães a doença não manifesta os sintomas em 60% dos casos. Os principais sinais da Leishmaniose Visceral Canina (LVC) são perda de peso progressivo, lesões em pele (descamação, perda de pelos, feridas ulcerativas), crescimento exagerados das unhas, aumento dos gânglios linfáticos (linfonodos), entre outros. Porém estes sinais não são conclusivos que o cão tem Leishmaniose, já que os mesmos sintomas podem ser observados em outras doenças. A LVC é uma doença de diagnóstico complexo, o clínico deve estar bem preparado para diferenciá-la de enfermidades como dermatofitose, sarnas, doenças autoimunes e hormonais, erliquiose, babesiose, linfoma e outras neoplasias. ?? A prevenção da doença é atráves da vacina, que pode ser aplicada em cães a partir dos seus 4 meses. #leishmaniosecanina #veterinario #ahazoupet #vet #doencas #vacina
A transmissão depende de um inseto e de um hospedeiro, que funciona como um reservatório da doença. Mas lembrando que o cão não é o transmissor da doença, a doença só é transmitida atráves do mosquito. ?? Nos cães a doença não manifesta os sintomas em 60% dos casos. Os principais sinais da Leishmaniose Visceral Canina (LVC) são perda de peso progressivo, lesões em pele (descamação, perda de pelos, feridas ulcerativas), crescimento exagerados das unhas, aumento dos gânglios linfáticos (linfonodos), entre outros. Porém estes sinais não são conclusivos que o cão tem Leishmaniose, já que os mesmos sintomas podem ser observados em outras doenças. A LVC é uma doença de diagnóstico complexo, o clínico deve estar bem preparado para diferenciá-la de enfermidades como dermatofitose, sarnas, doenças autoimunes e hormonais, erliquiose, babesiose, linfoma e outras neoplasias. ?? A prevenção da doença é atráves da vacina, que pode ser aplicada em cães a partir dos seus 4 meses. #leishmaniosecanina #veterinario #ahazoupet #vet #doencas #vacina
A Erliquiose (ou Erlichiose) é uma doença geralmente comum em cães. A transmissão acontece atráves de um carrapato, ele suga sangue de um cachorro contaminado e transmite para outros cachorros que serão picados pelo carrapato contaminado. É uma doença mais comum durante o verão, já que os carrapatos precisam de calor e umidade para se reproduzir. Os sintomas apresentados por um animal infectado dependem da reação do organismo à infecção. Alguns sintomas são febre, falta de apetite, perda de peso e uma certa tristeza podem surgir entre uma e três semanas após a infecção. O cão pode apresentar também sangramento nasal, urinário, vômitos, manchas avermelhadas na pele e dificuldades respiratórias. O diagnóstico é difícil no início da infecção pois os sintomas são semelhantes a várias outras doenças, como a Cinomose, por exemplo. A presença do carrapato é relevante para a confirmação da suspeita durante a avaliação clínica. O diagnóstico pode ser feito através da visualização da bactéria em um esfregaço de sangue (exame que pode ser realizado na clínica veterinária) ou através de testes sorológicos mais sofisticados, realizados em laboratórios especializados. Quanto mais cedo for diagnosticada a doença, maiores são as chances de recuperação e cura. #erliquiosecanina #doencadocarrapato #carrapato #ahazoupet #veterinario #vet #doencas #exames
A Erliquiose (ou Erlichiose) é uma doença geralmente comum em cães. A transmissão acontece atráves de um carrapato, ele suga sangue de um cachorro contaminado e transmite para outros cachorros que serão picados pelo carrapato contaminado. É uma doença mais comum durante o verão, já que os carrapatos precisam de calor e umidade para se reproduzir. Os sintomas apresentados por um animal infectado dependem da reação do organismo à infecção. Alguns sintomas são febre, falta de apetite, perda de peso e uma certa tristeza podem surgir entre uma e três semanas após a infecção. O cão pode apresentar também sangramento nasal, urinário, vômitos, manchas avermelhadas na pele e dificuldades respiratórias. O diagnóstico é difícil no início da infecção pois os sintomas são semelhantes a várias outras doenças, como a Cinomose, por exemplo. A presença do carrapato é relevante para a confirmação da suspeita durante a avaliação clínica. O diagnóstico pode ser feito através da visualização da bactéria em um esfregaço de sangue (exame que pode ser realizado na clínica veterinária) ou através de testes sorológicos mais sofisticados, realizados em laboratórios especializados. Quanto mais cedo for diagnosticada a doença, maiores são as chances de recuperação e cura. #erliquiosecanina #doencadocarrapato #carrapato #ahazoupet #veterinario #vet #doencas #exames
A Erliquiose (ou Erlichiose) é uma doença geralmente comum em cães. A transmissão acontece atráves de um carrapato, ele suga sangue de um cachorro contaminado e transmite para outros cachorros que serão picados pelo carrapato contaminado. É uma doença mais comum durante o verão, já que os carrapatos precisam de calor e umidade para se reproduzir. Os sintomas apresentados por um animal infectado dependem da reação do organismo à infecção. Alguns sintomas são febre, falta de apetite, perda de peso e uma certa tristeza podem surgir entre uma e três semanas após a infecção. O cão pode apresentar também sangramento nasal, urinário, vômitos, manchas avermelhadas na pele e dificuldades respiratórias. O diagnóstico é difícil no início da infecção pois os sintomas são semelhantes a várias outras doenças, como a Cinomose, por exemplo. A presença do carrapato é relevante para a confirmação da suspeita durante a avaliação clínica. O diagnóstico pode ser feito através da visualização da bactéria em um esfregaço de sangue (exame que pode ser realizado na clínica veterinária) ou através de testes sorológicos mais sofisticados, realizados em laboratórios especializados. Quanto mais cedo for diagnosticada a doença, maiores são as chances de recuperação e cura. #erliquiosecanina #doencadocarrapato #carrapato #ahazoupet #veterinario #vet #doencas #exames
veja mais de 25 posts de #doencanao disponíveis
sugerir post ou categoria